Dicas para fazer o blog com WordPress abrir mais rápido

Já fiz um post dando dicas sobre como fazer o blog abrir mais rápído, e aquelas dicas ainda são válidas. O que tenho pra compartilhar hoje são dicas relacionadas ao que você pode fazer pra melhorar o desempenho de acordo com a hospedagem.

O WordPress é ótimo, fácil para qualquer um que não entende de programação atualizar um site ou blog, e tem plugins para quase tudo que você imaginar.
O problema é que quanto mais coisas você tem, seja conteúdo, imagens, plugins.. mais coisas vão sendo registradas no banco de dados, e quando precisa buscar alguma informação lá, a resposta pode demorar.

O tempo de resposta do servidor depende de vários fatores: código correto, quantas informações precisam buscar/mostrar, quantas visitas estão online, quanto de conteúdo você tem…
Então aqui vão algumas dicas do que pode ser feito para ajudar o servidor a trabalhar mais rápido pra você.

Plugins

Desative e exclua plugins que não são importantes.
Os plugins são ótimos, mas a maioria dos plugins armazenam informações no banco de dados.
Então revise o que é realmente importante pra você e desative e exclua os outros.
E evite usar mais de 1 plugin que faz a mesma coisa.

Plugins que mostram estatísticas no painel do WordPress costumam armazenar muito conteúdo no banco de dados, e ficam trabalhando quase o tempo todo, atualizando o banco de dados com essas informações. Isso pode sobrecarregar o servidor e logo a página fica lenta, especialmente se tiver muitas visitas online ao mesmo tempo.
O Google Analytics é ótimo pra isso, de graça e tem um painel super completo. Recomendo abandonar os plugins de estatísticas e usar o analytics.

Temas

Não está usando? Exclua.
Alguns temas também armazenam informações no banco de dados, e dependendo de como foi feito, pode ser problema.
Você pode fazer um backup deles pelo FTP antes de deletar e deixar armazenado no seu computador.

Posts

Reduzir a quantidade de posts por página ajuda o servidor também, é mais rápido pra ele buscar 3 posts do que buscar 10.

Posts relacionados é ruim para o desempenho, goste ou não essa é a verdade.
Para um post relacionado funcionar, o WordPress usa categorias ou tags (ou os 2 juntos!) pra buscar os posts, e se você tiver muitos posts publicados, a busca leva mais tempo, e se é pra mostrar 4 ou mais posts relacionados, vai demorar mais ainda o retorno.
Por isso o recomendado é deixar aparecendo apenas uma vez, na página do post.
Evite usar ele na página inicial, em todos os posts.

Mostrar tags em um post também atrasa um pouco o tempo de resposta do servidor. Especialmente se você adiciona muitas tags em cada post.
O ideal é deixar ela aparcendo apenas na página do post, e remover dos posts da página inicial.

Categorias também tem seu peso na história, mas ou você deixa as categorias ou as tags aparecendo em todos os posts na página inicial. E somente na página do post, mostre os 2. Como as categorias costumam ser mais importantes, recomendo não fazer nada com elas, apenas deixar de mostrar as tags na página inicial.

Widgets

Posts populares é recomendado usar mostrando apenas os 3 mais populares, e se tiver opção de escolher os mais populares entre os posts publicados dentro de um período x é melhor, pois se tiver muitos posts publicados e for preciso fazer essa busca em todos eles, demora mais o tempo de resposta. Se isso não é algo importante pra você, elimine o plugin e widget do seu WordPress.
Obs.: Você pode pesquisar de vez em quando no painel do próprio Google Analytics quais os posts mais acessados.

Nuvem de tags é outro item que pesa. Acho que é mais interessante criar uma página de arquivo e inserir nuvem de tags, categorias, meses… e na lateral (ou rodapé) você inserir manualmente (pode usar o widget Texto) algumas tags que considere importante.

Links permanentes

Também conhecido como permalinks é a estrutura da URL dos seus posts/páginas no WordPress.
O recomendado é usar o padrão do WordPress, aquela que muita gente não gosta porque fica grande e dizem que é ruim para SEO (tenho minhas dúvidas).
Quando você usa /%year%/%monthnum%/%postname%/ o código diz exatamente o que deve buscar e mostrar.
Já quando você usa só /%postname%/ ele precisa buscar em todos os posts qual post tem aquela URL.
Eu fiz um teste, realmente dá diferença no desempenho, não é muito mas a diferença existe.
Essa configuração pode ser feita no painel do WordPress em Configurações/Links Permanentes.

Importante: se você alterar como está a estrutura da URL dos seus posts/páginas isso afetará o contador dos botões de compartilhar posts, comentários feitos na caixa do Facebook, quem acessar a URL antiga pode dar de cara com uma página de erro e pode alterar as estatísticas de visitas temporariamente.

Complemento

Por mais que seja óbvio vale lembrar que, quanto mais informações aparecem na página inicial, mais tempo leva para a página carregar.
O ideal é mostrar só o que é mais importante, o resto deixe nas páginas internas, até porque se você mostrar tudo de cara, não tem porque as pessoas entrarem nas outras páginas.

E reforçando mais uma vez, use somente plugins que realmente são necessários. Além de a maioria deles aumentarem o tempo de resposta do servidor, podem ser porta para vírus e ataques ao site/blog.

Deixe seu comentário